• Notícias


“Projeto Campo Forte” incentiva produção de Feijão Caupi em São Pedro da Cipa

Para a agricultura familiar, a Prefeitura de São Pedro da Cipa aposta na produção do Feijão Tumucumaque, conhecido como Feijão Caupi. Em parceria com a Empaer e apoio da diretoria de Frotas foi dado início ao "Projeto Experimental Campo Forte”, da secretaria de Agronegócio e Meio Ambiente. Uma das metas de gestão é incentivar à produção familiar como forma de promover o desenvolvimento rural.

Como responsável pela execução do projeto a Secretaria de Agronegócio disponibiliza maquinário, insumos e distribui as sementes que foram repassadas gratuitamente pela Embrapa. Na parceria, a Empaer cede o engenheiro Agrônomo que acompanha a produção e orienta o produtor.  Já a diretoria de Frotas o combustível para os maquinários.

A primeira unidade experimental é na propriedade Boa Esperança, sítio do agricultor familiar Manuel José de Souza Filho (Nelito) que ansiosamente espera o momento certo para realizar o cultivo. “Estou muito feliz com o projeto da secretária em benefício a agricultura familiar no município. Com esse apoio que a Prefeitura oferece a nós pequenos agricultores irá refletir positivamente no produto final”, afirma Nelito.

Segundo o secretário Cláudio Francisco dos Santos, esse é o pontapé inicial do Projeto que está sendo desenvolvendo. “O intuito da Administração do prefeito Alexandre é incentivar os produtores da agricultura familiar oferecendo uma produção de baixo custo, onde o consumo atende o mercado e com isso, gerar renda”, afirma Cláudio.

O diretor de Trânsito e Frotas Luiz Carlos, ressaltou a importância da parceria realizada. “A tendendo o pedido do secretário Cláudio para essa parceria, o prefeito nos autorizou entrar com o combustível para realizar o trabalho de plantio experimental nessa área rural e tenho a certeza de que através dessa ação em conjunto todos do município só tem a ganhar, em especial  a agricultura familiar”.

Para obter boa produtividade, o extensionista da Empaer/MT, engenheiro Agrônomo Alan Castro, garante assistência continuada aos agricultores, com orientações sobre práticas de manejo adequadas.

“Três variedades de feijão fornecido pela Embrapa estão sendo testadas em Mato Grosso. A que está tendo melhor resultado em nossa região é a Tumucumaque (Feijão Caupi), que gera maior volume de matéria seca por hectares, porte maior e apresenta menos ataque de inseto sugador e cortador”, ressalta o engenheiro agrônomo.

Para os especialistas, a produção do feijão caupi é uma saída para a crise. Enquanto o feijão carioca custa em média R$ 100,00 a saca de 60 quilos, o caupi, com tecnologia desenvolvida pela Embrapa, de grãos maiores e mais claros, vale R$ 90,00. Enquanto a produção do carioca custa aproximadamente R$ 1,9 mil por hectare, o do caupi fica em R$ 700,00.

O Caupi

É uma planta de origem africana que foi introduzida no Brasil no século XVI. Com o desenvolvimento das cultivares eretas, apresenta-se como uma boa alternativa para produtores agrícolas e vem aumentando sua produção graças ao programa da Embrapa.


Publicado em 02/05/2018

Fonte: Ascom/SPC

Galeria de Fotos

Clique na Imagem para Ampliar!

Últimas Notícias

2020 © Portal Oficial da Prefeitura Municipal de São Pedro da Cipa - Mato Grosso - CEP: 78835-000